O que comprar na hora de fazer a instalação hidráulica do banheiro? 

tubos e conexões coloridos em uma perspectiva horizontal.

Veja os principais materiais para o sistema hidráulico desse ambiente. 

Para garantir a captação, abastecimento e distribuição de água de forma adequada em uma casa, a instalação hidráulica do banheiro precisa seguir algumas etapas e cuidados, bem como utilizar os materiais adequados.

Dessa forma, é possível realizar um serviço de qualidade e evitar complicações no futuro, como falta de água, problemas com o encanamento ou vazamentos que, além da dor de cabeça, trazem gastos aos moradores.

Se você busca informações sobre como fazer o sistema hidráulico do banheiro e os materiais utilizados nesse serviço, descubra neste artigo os principais cuidados e materiais necessários para obter os melhores resultados.  

Principais cuidados ao fazer a instalação hidráulica

 

mãos sendo lavadas em torneira de metal

A instalação hidráulica é parte essencial de uma obra e exige, além de materiais e mão de obra de qualidade, um bom planejamento. Logo, é importante ter um projeto hidráulico que apontará onde serão os pontos de distribuição de água do banheiro, como cuba, vaso sanitário, chuveiro, ralos e registros.

Além disso, quando se trata de sistema hidráulico, alguns cuidados são recomendados. Acompanhe!

Tudo começa na caixa d’água 

A primeira etapa da parte hidráulica residencial é determinar o local onde será instalada a caixa d’água. Isso porque se trata do reservatório de água, que pode funcionar com o uso de uma boia, bomba ou apenas com a gravidade.

Para garantir uma boa pressão para os pontos hídricos a caixa d’água precisa estar posicionada em um ponto elevado da casa. A melhor recomendação para seguir nessa hora é considerar uma distância entre 1 m e 1,5 m de coluna d’água, ou seja, da saída de água do reservatório até um ponto específico, como o chuveiro ou válvula do vaso sanitário.

Tenha um registro por ambiente

É necessário ainda que o banheiro tenha um registro de água próprio, quer dizer, somente para o cômodo, para que você consiga controlar o fluxo de água que chega para o ambiente.

Essa regra vale para os demais espaços que tenham pontos hidráulicos, como lavanderia e cozinha. Dessa forma, caso seja necessário fazer algum reparo, como conserto ou troca de tubulação, não será preciso interromper o abastecimento de água da casa toda.

Cuide sempre da pressão de água

Falhas no projeto ou na execução das instalações hidráulicas do banheiro podem gerar baixa pressão no chuveiro e torneiras, mesmo que haja água na caixa d’água e na rede pública de abastecimento.

Para evitar esse problema, a dica é sempre seguir as especificações técnicas dos itens utilizados, colocar o reservatório de água em um ponto mais alto (se possível), instalar tubos que tenham um diâmetro maior ou ainda instalar pressurizadores de água.

Use materiais de qualidade

É claro que a economia para uma obra é um fator importante, no entanto, quando se trata de materiais hidráulicos, o barato pode sair caro. Por isso, invista em materiais de primeira linha para esse tipo de instalação, certificando-se da sua adequação para cada necessidade, como transporte de água fria ou para instalar torneira de água quente.

Com essa precaução, além de você e sua equipe ganharem agilidade na hora de executar o serviço, o cliente fica mais satisfeito, pois os riscos de problemas com torneiras, registros e tubulações reduzem bastante ao utilizar produtos de referência.

Contrate profissionais qualificados

Em cada etapa de uma obra, é preciso ter o conhecimento técnico a respeito das boas práticas, normas e uso adequado de cada material. Ou seja, para fazer o sistema hidráulico do banheiro, é necessário ter uma equipe qualificada para esse tipo de serviço.

Assim, você terá profissionais que seguirão à risca o projeto hidráulico e tomarão todos os cuidados necessários nas instalações para que não haja nenhum tipo de falha no abastecimento de água para o banheiro.

Quais materiais são usados na instalação hidráulica do banheiro?

mão manuseando alicate para consertar tubulação de água aparente.

A parte hidráulica do banheiro exige diferentes materiais para que a distribuição e transporte de água no cômodo bem como a saída de dejetos para a rede de esgoto sejam eficientes.

Confira a seguir os principais insumos para essa etapa da obra!

Caixa d’água

É o reservatório de água que vai abastecer os pontos hidráulicos do banheiro, como o chuveiro, torneiras e válvulas do vaso sanitário, que vai abastecer os pontos hidráulicos do banheiro, especialmente se houver uma interrupção na rede pública de água.

A caixa d’água pode ser feita de polietileno (material mais comum por ser leve, fácil de instalar e de limpar), aço inox, fibra de vidro ou até mesmo de concreto.

Registro e tubulação

O registro é o item que permite o controle do fluxo de água tanto no abastecimento geral do banheiro (registro de gaveta, que corta totalmente a entrada de água para o cômodo), como para o chuveiro (registro de pressão, que controla a quantidade de água liberada).

Há ainda a tubulação, que constitui toda a estrutura de tubos e conexões, por onde a água passa. Sua função é conectar os pontos hidráulicos com a caixa d’água e também com a rede de abastecimento pública de água.

Tubos de esgoto e ralos

Por último, dois materiais importantes para a instalação hidráulica do banheiro são os ralos sifonados e os tubos de esgoto, que permitem a saída de dejetos e de água para a caixa de inspeção, localizada fora da residência e ligada ao sistema de esgoto. Com uma boa instalação desses itens, você evita entupimentos.

É necessário ainda instalar sifões nos pontos de saída de água e a caixa sifonada, que se conecta ao ralo do box do banheiro. Esses materiais têm a função de impedir que os gases com mau cheiro do esgoto retornem para o banheiro.

Erros para evitar na instalação hidráulica do banheiro 

Para que a execução do serviço seja de qualidade, é necessário ter atenção com os principais erros na instalação hidráulica do banheiro, como:

  • armazenamento errado de tubos e conexões – estes devem ser guardados em caixas ou sacos, longe do sol e precisam ficar na posição horizontal para não sofrer danos;
  • compra de materiais de marcas diferentes – compre tubos e conexões ou reparos e acabamentos do mesmo fabricante, pois você pode ter dificuldades de encaixe ou ajuste, o que pode levar a problemas futuros, como vazamentos;
  • não testar o encanamento – antes de cobrir a parede do banheiro, verifique se há algum ponto de vazamento ou outro problema, fazendo com que a água passe pelos tubos. Assim, caso exista, fica fácil fazer o reparo ou troca de alguma peça.

Viu só como a instalação hidráulica do banheiro exige várias precauções, especialmente em relação ao tipo de material utilizado? Ao comprar itens de qualidade e seguir as normas técnicas de execução, você garante uma obra sem erros.

Se você mora em Belo Horizonte e deseja comprar tubos, conexões, cotovelos, reparos, válvulas e todos os itens do sistema hidráulico, visite a loja de materiais de construção Amigo Construtor para encontrar melhores condições!

Gostou? Compartilhe!
De um a cinco, que nota você dá para esse conteúdo?
E aí, ficou com alguma dúvida ou quer comentar algo sobre esse conteúdo?




    Mais Artigos Sobre