Revestimentos

Conheça os tipos de tinta e qual usar em cada ambiente 

Mulher sentada ao chão com um kit de tipos de tinta, pintando uma parede branca de amarelo.

Quando pensamos em dar uma renovada no ambiente, a primeira coisa que nos vem à cabeça é trocar a pintura, não é mesmo? Mas são tantos os tipos de tinta existentes no mercado, que fica difícil saber qual escolher.

Aqui, nós separamos diversas dicas para te auxiliar. Saiba mais!

blank

Como saber que tipos de tinta usar?

Para saber qual é o tipo de tinta mais adequado para o ambiente, é preciso considerar diferentes aspectos, como:

Superfície de aplicação

Para ter uma alta durabilidade, boa aderência e um resultado estético superior, o primeiro passo é saber qual é o tipo de superfície que receberá a tinta. Isso porque, cada superfície pode ser composta de materiais diferentes, por exemplo, a tinta que deve ser aplicada na alvenaria não é a mesma para ser aplicada em cerâmica, madeira ou metal.

Tipo de ambiente

Além da superfície, para escolher entre os tipos de tintas, é preciso considerar se o ambiente é interno ou externo. No caso dos externos, verificar se aquele ambiente fica molhado com frequência, como em áreas com piscina e quintais. Por isso, a tinta nessas áreas deve ser resistente à ação do tempo, especialmente à incidência solar e a chuvas. 

Agora em ambientes internos, deve ser verificada a umidade, como em banheiros por exemplo, onde a tinta aplicada precisa ser adequada para áreas úmidas. Já em outros locais como a cozinha, a tinta precisa ser de fácil higienização. 

Cor

Ao decidir o tipo de tinta é importante considerar também a sua tonalidade, que apesar de óbvio, é preciso cautela. Essa escolha interferirá no visual e especialmente, na sensação de amplitude e luminosidade do ambiente. Por isso, é muito importante verificar a função do local onde será aplicada, para fazer uma escolha que confira conforto. 

Acabamento

Na hora de selecionar um tipo de tinta, é preciso ainda escolher entre os diferentes tipos de acabamentos:

  • Fosco é ideal para paredes e tetos, traz um aspecto aveludado para a superfície, e ainda pode esconder imperfeições na alvenaria;
  • Brilho este tipo é indicado para janelas e portas ou para ambientes em que a limpeza da superfície é constante, pois a tinta brilhante é mais fácil de limpar, necessitando de apenas água e sabão neutro;
  • Textura trata-se de uma opção que pode ser aplicada em ambientes internos ou em fachada, sendo um acabamento que confere um efeito em alto-relevo na superfície.

Definir o acabamento é necessário para escolher também entre os rolos de pintura, pois você pode obter, além de um maior rendimento da tinta, um efeito de melhor qualidade usando o material correto.

Tipos de tinta: acrílica, látex, PVA e esmalte sintético

Depois de considerar os aspectos acima para fazer a pintura de parede e outras superfícies, é interessante conhecer as características dos principais tipos de tinta. Acompanhe!

Acrílica

A tinta acrílica tem uma qualidade superior devido à quantidade de resina acrílica presente no produto, refletindo em mais durabilidade e resistência.

Outro diferencial é que ela permite, além do acabamento fosco, o efeito acetinado ou com brilho. Assim, é um dos tipos de tinta para parede interna mais versáteis.

Falando em vantagens, a tinta acrílica é lavável, sendo mais fácil de limpar. Além disso, temos que acrescentar o fato de ser uma tinta de secagem mais rápida, de pouco odor e de cobertura eficiente já na primeira mão. 

Ela também tem alta impermeabilidade, sendo perfeita para ser usada em áreas externas ou em ambientes molhados, como cozinha, banheiro e fachadas, pois resiste a chuvas e tem uma ótima retenção de cor.

Látex

A tinta látex é à base de água, sendo ideal para as paredes internas, seja de alvenaria ou em gesso. Ela confere um acabamento fosco; então, não deve ser usada sobre pinturas brilhantes, pois o resultado com certeza não será bom.

Entre os benefícios da tinta látex estão:

  • boa durabilidade;
  • resistência ao mofo;
  • bom alastramento;
  • pouco odor e retenção de cor;
  • rendimento elevado.

Esmalte sintético

Ao contrário dos outros dois tipos de tinta, a tinta esmalte normalmente não é solúvel em água; portanto, é mais difícil de ser limpa em caso de respingos.

Sendo assim, esse é o tipo de tinta comumente utilizado para pinturas de metais e madeira, não sendo recomendado o seu uso para a pintura de paredes.

Bônus: tinta epóxi

Por fim, temos ainda a tinta epóxi, que pode ser encontrada em versões tanto à base de água quanto à base de solventes.

Ela garante uma pintura extremamente resistente e costuma ser mais utilizada em ambientes industriais e muito abrasivos. No entanto, esse tipo não resiste bem à luz UV; portanto, não pode ser utilizado em ambientes externos.

Outra aplicação comum desse tipo de tinta é para a pintura de azulejos, já que ela adere bem em superfícies lisas. Ou seja, é ideal para dar aquela repaginada na cozinha ou no banheiro, sem a necessidade de quebrar nada.

Contudo, a aplicação da epóxi é bem complexa, sendo interessante contratar uma empresa especializada para evitar o surgimento de bolhas e marcas na pintura.

Como avaliar a relação de preço e rendimento na hora de comprar a tinta?

Ao comprar tintas é preciso considerar a NBR 15079, que criou classes para definir as mais indicadas para os ambientes, considerando fatores de resistência, eficiência e economia.

Em cada uma dessas categorias de uso, não só a funcionalidade irá mudar, como também os valores podem ser diferentes. 

Assim, para decidir o melhor tipo de tinta para o ambiente, considere as três indicações de classes de tinta:  

  • Econômica;
  • Standard;
  • Premium 

Em ambiente interno, pode-se aplicar qualquer um dos três tipos de tinta. Já em ambientes externos recomenda-se somente as classes Standard e Premium, que embora possuam valores mais elevados, garantem maior resistência. 

Ao escolher as opções Premium, além de ter maior resistência, essa categoria garante também maior economia, visto necessitar de uma quantidade menor de tinta para obter o melhor nível de acabamento. Assim, no final do serviço, essa pode ser a opção mais econômica escolhida. 

Assim, para conseguir analisar a melhor opção, não avalie o preço e sim, o ambiente e tamanho da área que será pintada. Ao considerar esses fatores, será possível identificar a classe de tinta mais adequada para a sua obra. 

blank

Encontre as melhores soluções de pintura

Na Amigo Construtor você encontra desde dicas a itens para a sua obra. Venha conhecer nossos materiais de construção e encontre tudo para a etapa de pintura: pincéis e rolos de pintura, tinta e muitos outros estão esperando por você. Venha conferir nossas opções! 

Assuntos relacionados: ,
Gostou? Compartilhe!
De um a cinco, que nota você dá para esse conteúdo?
E aí, ficou com alguma dúvida ou quer comentar algo sobre esse conteúdo?




    Mais Artigos Sobre Revestimentos