Alvenaria

Saiba tudo sobre alvenaria estrutural e suas vantagens e desvantagens 

blank

A alvenaria estrutural é um sistema construtivo que está lado a lado da construção convencional e tem sido a escolha de muitos profissionais especializados, isso porque, ela promete economia e ainda consegue proporcionar a resistência necessária para a construção. Saiba tudo sobre o assunto a seguir!

O que é alvenaria estrutural? 

A alvenaria estrutural é um tipo de construção que não leva pilares e vigas no seu projeto, uma vez que as próprias paredes fazem toda a sustentação das cargas da obra. Desse modo, toda a estrutura é sustentada pela alvenaria, sendo primordial avaliar a resistência dos materiais escolhidos para a função, os quais podem ser blocos estruturais cerâmicos ou de concreto. 

blankDivulgação

Devido à responsabilidade de que os blocos sustentam toda a estrutura, normalmente se utiliza para este tipo de construção os famosos blocos de concreto. Estes blocos possuem resistência que varia de 4,5 a mais de 10 MPa (resistência à compressão). 

Entretanto, é normal encontrar projetos de alvenaria estrutural em que a resistência do bloco varia de acordo com os andares do prédio. Em andares mais baixos, normalmente se utilizam blocos de resistência mais alta, uma vez que há mais carga sobre eles e à medida que a estrutura sobe, passa-se a utilizar resistências menores. 

Entre as características dos materiais presentes no projeto estrutural, podemos citar:

  • Blocos estruturais de concreto – também conhecido como bloco de cimento por ser feito do mesmo, deve possuir uma resistência que varia de 4,5 a 16 MPa e é a opção mais utilizada para projetos de alvenaria estrutural;

alvenaria estruturalCrédito: INFRAROI

  • Blocos estruturais de cerâmica – essa também é uma opção construída a partir da argila e que deve ter uma resistência mínima de 3 MPa. Embora menos utilizados que o bloco de concreto, oferecem um custo menor.

alvenaria estruturalCrédito: Cerâmica City

  • Argamassa de assentamento industrializada – a argamassa polimérica é a mais comum nesses projetos devido à sua composição, que conta com polímeros em seu composto, o que auxilia na impermeabilização e usabilidade dos materiais.
  • Graute – é um concreto fluido utilizado para o preenchimento dos blocos de alvenaria em pontos específicos de concentração de cargas, a fim de aumentar a resistência da alvenaria estrutural.

blankblankCrédito: UFRGS

Onde usar a alvenaria estrutural? 

Antigamente acreditava-se que alvenaria estrutural só poderia ser utilizada para construções pequenas com poucos pavimentos, como casas ou sobrados, mas isso não condiz com a realidade. Hoje, a utilização desse modelo construtivo é comum em condomínios residenciais padronizados, em imóveis localizados em terrenos planos ou em áreas onde há intenção de deixar os blocos aparentes.

Existem diversos empreendimentos com mais de 10 pavimentos construídos em alvenaria estrutural. O prédio do hotel Excalibur em Las Vegas, por exemplo, possui 30 andares e foi construído usando esse sistema construtivo.

No entanto, segundo diversos estudos, em termos financeiros o uso de alvenaria estrutural é melhor em edificações de até cinco pavimentos. Acima disso, a vantagem frente à estrutura convencional começa a reduzir.

Vantagens e desvantagens da alvenaria estrutural 

Em todos os tipos de construção há vantagens e desvantagens e na alvenaria estrutural isso não poderia ser diferente. Na sequência, conheça os fatores que podem influenciar a escolha. 

Vantagens

Entre as vantagens da alvenaria estrutural podemos citar:

  • Redução de custos – diversos estudos já demonstraram que, para edificações de até cinco pavimentos, a alvenaria estrutural gera reduções de custos que chegam até 30%. Por outro lado, em edifícios com mais de 10 andares, dificilmente essa redução de custos passa dos 10%.
  • Bom desempenho térmico e acústico – pelo material do bloco estrutural, tanto de cerâmica quanto de concreto, é possível vedar ruídos e temperaturas externas. 
  • Facilidade na passagem de tubulação elétrica – as tubulações são passadas por dentro dos vãos dos tijolos, não havendo necessidade de se realizar rasgos posteriores na alvenaria.
  • Menos desperdício – aqui, o desperdício é menor, uma vez que se utiliza somente tijolos inteiros, sem necessidade das quebras comuns na alvenaria tradicional.

blankCrédito: ContruFácil RJ

Desvantagens

Entre as desvantagens da alvenaria estrutural podemos citar:

  • Menor flexibilidade de dimensões das paredes – na alvenaria estrutural não se deve utilizar tijolos quebrados, fazendo-se necessário que as paredes tenham dimensões exatas que permitam o uso somente de tijolos inteiros.
  • Limitação de grandes vãos e balanços – devido à ausência de vigas, dificilmente consegue-se ter vãos grandes ou estruturas em balanço.
  • Menor flexibilidade de projeto – como as paredes são estruturais, não se deve remover paredes internas do imóvel para realizar alterações de layout.

Aprenda tudo sobre alvenaria estrutural 

A alvenaria estrutural é um método construtivo antigo, mas ainda muito comum em diversos locais do Brasil. Se você deseja entender ainda mais sobre esse método construtivo, confira outros conteúdos do Amigo Construtor relacionados, como  o próximo da lista, sobre “Normas de qualidade na alvenaria estrutural”. Saiba mais!

Assuntos relacionados: , , ,
Gostou? Compartilhe!
De um a cinco, que nota você dá para esse conteúdo?
E aí, ficou com alguma dúvida ou quer comentar algo sobre esse conteúdo?




    Mais Artigos Sobre Alvenaria