Grandes Construções

Grandes Construções: Conheça o clássico Palácio de Westminster na Inglaterra 

blank

Situado na margem norte do Rio Tâmisa, no Borough da cidade de Westminster, o Palácio de Westminster é sede do Parlamento Britânico. Considerado Patrimônio Britânico e Patrimônio Mundial pela UNESCO, já passou por algumas transformações ao longo dos anos, mas isso não o impediu de ser preservado e ser tão importante para a história da Inglaterra.

Construído no século XI pelo rei Eduardo, o Confessor, o palácio foi casa da monarquia britânica e abriga, desde o século XIII, as sessões do Parlamento. No palácio londrino, estão instaladas as duas câmaras do Parlamento do Reino Unido: a Câmara dos Lordes e a Câmara dos Comuns.

Em 1512 um incêndio ocasionou as primeiras mudanças que foram necessárias para a sua reconstrução. Em 1834 outro incêndio, ainda maior, poupou apenas alguns elementos da construção. Foi apenas em 1840 que se iniciaram as obras do atual palácio que conhecemos. A estrutura foi projetada pelos arquitetos Charles Barry e Augustus Pugin, que incorporaram o que sobrou da antiga construção. Em 1867 ele foi oficialmente concluído.

blank

Com a nova arquitetura, o palácio tornou-se um dos principais representantes do estilo neogótico, que traz muitas referências do estilo gótico, bastante utilizado na última fase da Idade Média na Europa. Entre as principais características, podemos observar o verticalismo dos edifícios, a utilização de arcos, janelas predominantes, vitrais, torres e topos pontiagudos.

O palácio, que é símbolo da monarquia britânica, é dividido por quatro pisos. No térreo estão gabinetes, salas de jantar e bares. O Westminters Hall já teve muitas funções e foi usado inicialmente para propósitos judiciais, albergando três dos mais importantes tribunais do país: o Tribunal da Bancada do Rei, o Tribunal dos Pedidos Comuns e o Supremo Tribunal de Justiça. Atualmente, é usado para funerais de Estado e funerais cerimoniais.

A Câmara dos Lordes é cenário de importantes cerimônias. Dentre elas a mais importante é a Abertura Solene do Parlamento, que ocorre para iniciar o ano parlamentar e conta com a participação da rainha. A Câmara dos Comuns é ocupada pelos parlamentares que representam os munícipios e os condados, que discutem e debatem assuntos importantes para a nação.

A construção, além de ter apartamentos oficiais que abrigam as entidades de parlamentares das duas Câmaras, ainda tem mais de 1.000 salas, 100 escadarias e 5 quilômetros de corredores, além de três torres: Torre Elizabeth, a Torre Victoria e a Torre de Santo Estêvão.

blank

A Torre Elizabeth, que recebeu esse nome como forma de homenagem à rainha Elizabeth II, é popularmente conhecida como Big Ben, por causa do belo e clássico relógio que anuncia as horas e contém cinco sinos.

A torre de 96 metros de altura é um dos símbolos de Londres e é mundialmente famosa. Foi erguida como parte da reconstrução do Palácio de Westminster em 1843. Cada um dos quatro relógios do Big Ben tem 7 metros de diâmetro, e até hoje ele é um símbolo da pontualidade britânica e ponto turístico que atrai pessoas do mundo todo.

O mais interessante é que toda a estrutura do palácio britânico pode ser apreciada em uma visita turística, pois o local fica aberto ao público durante as férias de verão dos parlamentares e aos sábados. Os ingressos podem ser reservados pela internet ou diretamente na entrada do palácio. Além disso, as visitas acontecem sempre aos sábados, com a opção de audioguia em português. São distribuídos fones de ouvido para que você consiga transitar ouvindo as histórias e curiosidades desse símbolo londrino.

Quer conhecer melhor outros temas de Grandes Construções? Confira!

Gostou? Compartilhe!
De um a cinco, que nota você dá para esse conteúdo?
E aí, ficou com alguma dúvida ou quer comentar algo sobre esse conteúdo?




    Mais Artigos Sobre Grandes Construções