Cimento

Cura do concreto: entenda como funciona o processo 

cura do cimento

Uma das etapas mais importantes e indispensáveis na preparação do concreto é evitar danos e rachaduras que podem comprometer os resultados. Uma das principais técnicas para isso é a realização da cura do concreto, processo que protege a massa desses problemas durante a própria mistura. 

Portanto, para que você obtenha sucesso em sua obra entenda a seguir como funciona essa técnica e quais os diferentes tipos! 

O que é cura do concreto?

Para preparar o concreto é necessário uma dosagem pequena de água (cerca de 12 L) para cada saco de cimento (50kg). Contudo, o resultado dessa mistura é uma massa de consistência seca e que necessita da adição de mais água para ser hidratada. Essa quantidade extra, porém, tende a reduzir a resistência do concreto e a evaporar rapidamente com o passar do tempo, provocando fissuras. 

Embora essas fissuras geralmente não venham a interferir na estabilidade da estrutura em um primeiro momento, elas contribuem para que outros agentes agressivos penetrem no concreto e possam prejudicar a sua durabilidade. Além disso, se a evaporação d’água não for controlada, o cimento pode não ser hidratado de forma adequada e gerar uma superfície fraca e que se esfarela facilmente. 

Para solução desse problema, é feito a cura, uma técnica indispensável para evitar que a água extra evapore rapidamente da massa, conservando assim sua hidratação e resistência. Como é nas primeiras horas do endurecimento que a maior parte das rachaduras e fissuras tendem a acontecer, esse tratamento também deve acontecer nesse mesmo momento. 

Quais os diferentes tipos de cura do concreto?

Apesar da forma de preparo do concreto acontecer quase sempre da mesma maneira (com água e cimento) o processo de cura pode ser realizado de algumas formas diferentes, e a escolha para esta realização pode variar de acordo com vários fatores e necessidades da obra. Confira a seguir quais são os tipos:

Cura úmida

A cura úmida é a mais utilizada nos canteiros de obra. Ela é feita mantendo sempre a superfície úmida por meio de molhagem periódica. Para isso, é possível deixar o concreto úmido com uma lâmina de água ou molhar a massa com aspersores de irrigação. 

Outra possibilidade é o uso de uma manta geotêxtil sobre o concreto, que mantém a umidade da superfície. Usar areia ou algum material impermeável como cobertura também pode ser uma maneira de reter a hidratação na massa.

Cura química

A cura química é realizada borrifando produtos químicos à base de resina, acrílico ou PVA sobre o concreto para que se crie uma fina membrana que controle a saída da água. Esta é considerada uma opção mais prática que facilita o andamento do trabalho.

Cura térmica

A cura térmica é uma técnica em que o material é submetido a altas temperaturas de forma programada. Esse processo que possibilita aceleração da ação é utilizado principalmente na fabricação de concreto pré-moldados. 

Cuidados para o sucesso da cura do concreto

A cura do concreto é uma técnica indispensável independente do tipo de obra, e se você quer segurança e qualidade, esse processo deve ser realizado. Para que não haja dúvidas, veja a seguir alguns cuidados necessários para fazer a técnica com eficiência:

  • Tempo de cura do concreto – Independentemente da forma de cura escolhida, o importante é mantê-la por pelo menos sete dias, período em que boa parte das reações do cimento já ocorreram. A dica é sempre seguir o que diz a norma do concreto para evitar falhas nesse processo e ficar de olho na secagem, molhando a mistura sempre que observar a massa ficando seca para garantir a umidade necessária para a cura.
  • Influência do tipo de cimento usado – É necessário considerar ainda o tipo de cimento usado e o tempo de cura recomendado segundo a quantidade de água que foi usada na mistura. Isso porque, dependendo do tipo de material, o processo de endurecimento pode ser mais demorado.
  •  Influência das condições climáticas – Por fim,  as condições climáticas também devem ser consideradas no processo de cura. Quanto mais quente, mais vento e mais seco estiver o ar, mais evaporação ocorre, o que pode interferir na hidratação do concreto. 

Encontre dicas de materiais de construção no Amigo Construtor

Gostou de entender como é feita a cura do concreto e os diferentes procedimentos para controlar a saída de água da mistura? Continue navegando no portal Amigo Construtor e conheça mais conteúdos para te auxiliar em sua obra.

Assuntos relacionados: , , ,
Gostou? Compartilhe!
De um a cinco, que nota você dá para esse conteúdo?
E aí, ficou com alguma dúvida ou quer comentar algo sobre esse conteúdo?




    Mais Artigos Sobre Cimento