Calçada de concreto: de quem é a responsabilidade de realizar a obra? 

Calçada concretada em frente a um imóvel

As calçadas de concreto são vias separadas nas ruas e avenidas, destinadas para a passagem e circulação de pedestres, elas são de uso público. No entanto, apesar de públicas, fazem parte do imóvel privado. Sendo assim, surge a dúvida: quem é responsável por construí-las? 

A resposta é: depende! Varia de cidade para cidade devido às normas presentes no plano diretor, uma espécie de cartilha com normas da prefeitura. No entanto, na grande maioria dos casos, o responsável é o proprietário. Leia mais sobre esse assunto aqui!

O que considerar ao construir uma calçada de concreto?

A calçada de concreto é um caminho pavimentado que serve para a circulação de pedestres e que deve estar em um nível mais alto do que a rua onde trafegam os veículos. Sua construção, manutenção e conservação é de responsabilidade do proprietário do imóvel. Já a prefeitura será responsável pela fiscalização, ou seja, irá garantir que o proprietário esteja seguindo com as normas do plano diretor. 

As calçadas de uma cidade seguem um padrão, por isso, a primeira coisa que você deverá fazer ao construir a sua é procurar a cartilha da prefeitura de sua cidade. 

Considerando a cidade de São Paulo, a prefeitura definiu um padrão arquitetônico que divide a calçada em faixas, levando em consideração sua largura. Calçadas que têm largura maior que 2m devem conter três faixas, enquanto calçadas menores devem apresentar duas faixas apenas. 

Entenda melhor cada uma das faixas a seguir: 

  • Faixa de serviço – é a faixa destinada a árvores, rampas de acesso para veículos ou portadores de deficiência, postes de iluminação, sinalização e mobiliário urbano (bancos, floreiras, telefones etc.). Deve ter no mínimo 0,75 m de largura; 
  • Faixa livre – destina-se exclusivamente à circulação de pedestres, e por isso deve ser plana, contínua e livre de desníveis e obstáculos. Sua largura deve medir no mínimo 1,20 m; 
  • Faixa de acesso – é a faixa que comporta a área em frente ao imóvel ou terreno, servindo como uma faixa de apoio à propriedade: pode abrigar vegetação, rampas, toldos, propaganda, mobiliário, entre outros, desde que não impeça a entrada ao lote. 

Diretrizes da reforma de calçadas nas cidades

Seguir as diretrizes faz parte dos deveres como cidadão, se sua  cidade não disponibiliza a reforma das calçadas é seu dever promover esta ação. No entanto, há algumas diretrizes que devem ser seguidas tanto na construção quanto nas reformas, para que não haja problemas.

Destacamos algumas diretrizes da prefeitura que devem ser seguidas, para que a construção das calçadas atendam as necessidades da população. Confira a seguir!

Especificação técnica 

Para conseguir uma calçada que seja de qualidade e que atenda às necessidades da população, é importante considerar: 

  • resistência à compressão – mínima de 20 MPa;
  • espessura – 5 a 6 cm para pedestre e 8 a 10 cm para veículos leves, e conforme projeto para veículos pesados;
  • acabamento superficial – diversidade de texturas e cores;
  • armadura – telas de aço soldadas; 
  • base – terra compactada com camada separadora de brita. 

Manutenção

Ao construir calçadas, é ainda importante considerar a facilidade de manutenção. Para isso, é importante que a obra realizada permita: 

  • limpeza – seja suficiente com água e sabão neutro; 
  • reforma – permita que piso seja cortado de acordo com a modulação e refeito in loco com os mesmos produtos e estampas do existente. 

Desempenho 

Por último e não menos importante, é necessário que a construção garanta o máximo de desempenho, atendendo aos quesitos de: 

  • durabilidade elevada – as características do produto devem garantir um projeto de qualidade e resistência; 
  • drenagem – possa acontecer de forma superficial, ou seja, permitam que as águas do solo possam escoar superficialmente, seguindo um curso; 
  • conforto de rolamento – a superfície deve proporcionar, ao mesmo tempo, facilidade de tráfego e superfície antiderrapante.

Passo a passo para concretar uma calçada 

Após considerar as especificações exigidas para a sua calçada de concreto, é momento de começar a obra. Para isso, siga o passo a passo que o Amigo Construtor preparou. 

  • Passo 1 – Faça o nivelamento e compactação do solo;
  • Passo 2 – Faça o contorno da calçada, instalando as fôrmas de borda;
  • Passo 3 – Coloque ripas de madeira com 1cm de espessura no sentido da largura da calçada, a cada 1,5m e fixadas com pontas de ferro. Estas ripas funcionarão como juntas, evitando o aparecimento de fissuras. Se a calçada tiver mais de 1,50 m de largura, também será preciso colocar uma ripa de madeira no sentido do comprimento;
  • Passo 4 – Adicione a camada separadora de brita, que deve ser também apiloada. A espessura recomendada é de 7 cm, sendo preciso considerar também o caimento da calçada para evitar água empoçada (considere 1cm para cada metro de largura da calçada);
  • Passo 5 – Faça uma camada de concreto magro, com espessura mínima de 3cm, utilizando latas de 18L, considerando:
    • 1 saco de cimento de 50 kg
    • 8 ½ latas de areia
    • 11 ½ latas de pedra
    • 2 latas de água
  • Passo 6 – Confeccione o concreto para aplicação na calçada, utilizando latas de 18L, considerando:
    • 1 saco de cimento de 50 kg
    • 4 latas de areia
    • 6 latas de pedra 
    • 1 ½ latas de água
  • Passo 7 – Antes de lançar o concreto, umedeça a base e as ripas. Lance o concreto no interior das formas, espalhando com uma enxada, adensando e regularizando com uma régua de madeira de comprimento aproximado de 1,60m. Vá retirando as pontas de ferro à medida que avança com a regularização;
  • Passo 8 – Faça o acabamento com uma desempenadeira comum de madeira. Com uma colher de pedreiro, encha as falhas ou remova os excessos que ficarem junto às fôrmas;
  • Passo 9 – Faça a cura do concreto, mantendo-o úmido por 7 dias. Aqui, você pode lançar água várias vezes ao dia, diretamente sobre a superfície ou com auxílio de uma manta de cura. 

Seguindo esses passos você terá uma calçada de concreto profissional e que irá garantir acessibilidade e segurança a todos! 

Encontre dicas técnicas no amigo construtor

Gostou das dicas de como fazer uma calçada de concreto? Se você quer aprender ainda mais sobre construção, continue navegando no portal técnico do Amigo Construtor e confira nosso próximo assunto: Quando o muro de arrimo é necessário.

Assuntos relacionados: ,
Gostou? Compartilhe!
De um a cinco, que nota você dá para esse conteúdo?
E aí, ficou com alguma dúvida ou quer comentar algo sobre esse conteúdo?




    Mais Artigos Sobre