Revestimentos

O que é argamassa e para que servem seus diferentes tipos 

Usando argamassa para colocar pisos no chão.

Sempre presente nas obras e construções, a argamassa é considerada um item essencial, e está presente em vários momentos da obra: como na união e fixação de materiais, acabamentos, revestimentos, rejuntes e até na correção das superfícies.

Entretanto, devido ao seu extenso leque de funcionalidades, ela também possui diferentes classificações para se adequar melhor a diferentes trabalhos.

Assim, para que o resultado da sua obra fique como o esperado, é importante considerar cada tipo de argamassa. Saiba mais informações a seguir!

blank

O que é argamassa e o que considerar na hora da compra?

A argamassa é uma mistura composta de cimento, areia ou brita, água e aditivos (quando necessário). Em alguns casos pontuais é possível encontrar elementos complementares diversos como cal, barro, caulim e saibro dentro da mistura. 

O resultado dessa mistura é uma massa, que age como uma cola entre os materiais. Por isso ela se faz tão presente na hora de assentar blocos e tijolos de vedação, pisos, ladrilhos e azulejos cerâmicos. E não só isso, sua funcionalidade também envolve revestir e nivelar paredes e lajes. 

No mercado podemos encontrar diversas opções de argamassas, onde cada uma oferece uma atuação diferente na sua aplicação.

Para decidir qual é a ideal para sua obra devemos levar em consideração algumas variáveis como por exemplo, onde ela será aplicada, o modelo da peça que será utilizada para a aplicação dela, em qual fase da obra a argamassa será utilizada e se o ambiente é interno ou externo.

Quais os diferentes tipos de argamassas e qual escolher?

É comum surgirem dúvidas quanto ao tipo de argamassa que será escolhida para a obra. Isso porque, a escolha do tipo pode influenciar diretamente na qualidade e durabilidade de uma construção. Assim, para não ter contratempo e gastos adicionais veja a seguir os tipos de argamassa e suas características:

Argamassa de assentamento

A argamassa de assentamento, como o próprio nome já diz, serve para assentar os blocos de vedação um nos outros. Ou seja, ela tem a função de atuar como uma cola entre os esses materiais. Em alguns casos pontuais ela pode até servir como acabamento de parede.

Por contar com uma função estrutural, sua composição não leva aditivos, a fim de evitar que durante a sua secagem não haja absorção do ar, aumentando assim a sua resistência e aderência. Você pode encontrar esse tipo pronto ou pode produzi-lo com o auxílio de uma betoneira. 

Argamassa colante

A argamassa colante tem como função principal fazer com que os elementos sejam colados em alguma superfície, sendo a opção mais procurada para o assentamento de diferentes revestimentos, como cerâmica e porcelanato. 

Disponível em classificações que determinam a resistência e intensidade de aderência da massa, é possível encontrar opções de argamassas colantes que sejam mais indicadas para ambientes internos ou externos, com menor ou maior exposição à umidade e/ou ações agressivas, como intempéries e abrasão. 

Argamassa de revestimento

A argamassa de revestimento é a responsável por cobrir, recobrir, dar rugosidade e proteger alvenaria, além de em alguns casos conseguir corrigir defeitos e nivelar. Esse tipo é comum ser utilizado em três camadas: chapisco, emboço e reboco. 

Argamassa de rejunte (ou para porcelanato)

A argamassa de rejunte é usada para dar aderência entre o contrapiso ou parede e pisos, ladrilhos, cerâmicas e outros. Além de servir como preenchimento de vão entre as peças e cerâmicas, ela pode receber diversos tipos de pigmentos e ainda dar acabamento.

blank

É melhor fazer ou escolher a argamassa pronta?

A argamassa estabilizada é aquela que você compra pronta: ela já vem preparada, úmida e pronta para o uso. Caso você decida fazer a argamassa por conta própria, você deve preparar uma mistura que fique úmida por apenas uma hora.

Isso porque durante o seu uso, ela vai perdendo a plasticidade e isso pode interferir na qualidade do produto. Além disso, é interessante fazer sempre em pequenas porções, a fim de evitar desperdícios de material.

Com o preparo correto da argamassa, ela se torna um produto seguro para o assentamento dos materiais. Mas, é importante lembrar que a qualidade e os aditivos escolhidos para a composição da argamassa, também irão influenciar na sua forma de atuação e na durabilidade da mesma. 

Continue a navegar no portal do Amigo Construtor para encontrar mais dicas como: “Argamassa projetada: confira tudo o que você precisa saber”. Saiba mais!

Assuntos relacionados:
Gostou? Compartilhe!
De um a cinco, que nota você dá para esse conteúdo?
E aí, ficou com alguma dúvida ou quer comentar algo sobre esse conteúdo?




    Mais Artigos Sobre Revestimentos